Quanto devo cobrar pelo meu trabalho?

Uma das perguntas mais difíceis para quem trabalha com audiovisual. Seja você fotógrafo, cinegrafista, locutor, editor, apresentador, enfim todos estes profissionais e mais uma legião de pessoas que atuam em mercados similares.

Veja meu vídeo explicativo.

Se nós temos dificuldades em entender nossos valores. Imagina os clientes?
Pois é o nosso valor trabalhado tem muitas variáveis. Mas não vamos falar do problema e sim de possíveis soluções.

Primeiro veja quais são os seus custos para fazer determinado trabalho. Sim isso mesmo. O que você precisa para começar a trabalhar. Por exemplo se você vai ser um fotógrafo de festas, quanto te custa isso?

Um telefone celular para falar com seus clientes.
Um plano de internet que cubra suas necessidades para trabalhar.
Um câmara fotográfica com lente zoom HDSLR.
Um flash.
Cartões de memória.
Um HD externo para seus backups.
Um computador para editar os seus trabalhos, software e aplicativos.
Cursos.
Uma conta bancária, mesmo que seja poupança.
Cartões de visita.
Enviar material para seus clientes e fazer sua divulgação.
Seu transporte para o trabalho.

Gastos fixos são os que tem que pagar mesmo que não tenha trabalho.
Por exemplo, energia elétrica, água, aluguel…

Gastos por trabalho:
Transporte de ida e volta.
Tempo trabalhado no job.
Tempo trabalhado na separação e cópia dos arquivos.
Entrega das provas para cliente.
Trabalho de edição.
Custo de envio para cliente.
Custos financeiros envolvidos

Determine quanto custa tudo o que você precisa.
Se você fosse empregado quanto ganharia?
Quanto seria seu custo se voce tivesse que contratar você.

Assim você vai ter uma referência para apresentar para seus clientes.

Considere que você vai trabalhar 200 horas por mês. Parece muito? Mas é isso que um empreendedor precisa no mínimo.

Como você vai trabalhar, sua dedicação e pesquisas farão seu trabalho ter um valor agregado maior.

A qualidade do seu trabalho entregue, tem a sua cultura e todo o seu preparo para realizar seus produtos.

http://about.me/afonsolima

Anúncios

Planejando seu vídeo de férias

Uma viagem de férias é sempre um evento muito esperado e deve ficar registrado na nossa história.

http://www.youtube.com/watch?v=PTul2E51d1I

Com seu smartphone você pode fazer vídeos incríveis para contar suas aventuras durante suas férias e tornar tudo mais emocionante.

Hoje nosso objetivo é a captação das imagens e dos sons que você vai encontrar.

Importante é planejar tudo para não ficar preocupando apenas em gravar e esquecer do seu motivo principal que é curtir sua viagem.

Vamos começar

Esvazie seu aparelho fazendo backup de suas fotos em casa antes de viajar.

Para ter suas fotos sempre a mão use um serviço de armazenamento de sua preferência, assim você pode acessar suas fotos e manterá seu aparelho com espaço para suas novas aventuras.

Parece redundante. Mas…

Limpe a sua lente cuidadosamente.

Grave tudo o que for importante para sua história ficar bem detalhada.

Placas, peças publicitárias, personagens, monumentos, eventos típicos do lugar, prédios, comidas, paisagem e tudo mais que você ver motivo para compor o seu vídeo de viagem.

É importante que tenha tudo o que você gostou para que as pessoas sintam a experiência que você viveu.

Sua história será contada com suas imagens e sons que você mostrar para elas.

Grave cenas com uma duração de 15 segundos até um minuto.

Quando o tema for muito legal, grave várias cenas em posições diferentes e ângulos que mostrem o que está em destaque.

É muito comum nos emocionarmos com o evento e querer gravar longas cenas o que acaba sendo desnecessário para a nossa história.

Faça alguns time lapses com seu celular. use seu tripé sempre. Você vai curtir muito o resultado.

Sua experiência com a viagem é um fato. O vídeo da sua viagem é outro.

Deverá manter a atenção da sua platéia e contar o que você viveu. Ter que ficar explicando o seu vídeo acaba sendo uma experiência diferente.

Importante não ficar gravando o tempo todo e esquecer do passeio. Também não esqueça de carregar sempre suas baterias. Seja prudente e ajuste seu tempo para tudo.

Ao visitar um parque, um museu, show musical ou um evento esportivo por exemplo:
Grave a entrada ou fachada para mostrar o que é e mostrar o lugar de forma grandiosa.
Grave parte do seu trajeto.
Personagens, atrações e sua interação com tudo isso.

Sempre que possível mostre de perto. Sua história ficará mais emocionante se cada detalhe for visto pelo seus espectadores.

Mostre você nos lugares, suas interações e conte sua história com sua participação ativa.

Use um tripé pequeno e flexível para apoiar seu celular. Hoje é fácil comprar estes acessórios.

Se estiver num lugar com muito barulho e você quiser gravar sua voz, utilize o seu fone de ouvido com o microfone para que sua voz seja clara e não suma no meio dos ruídos.

Grave muitas cenas curtas para inserir no seu vídeo. As pessoas querem ver a sua viagem. Mostre tudo o que você quer com clareza e detalhes.

Imagens é igual dinheiro, só dá problema quando falta.

Prepare o encerramento do seu vídeo com imagens que mostrem isso.

Grave suas compras de lembranças, presentes e objetos decorativos.

Saindo do hotel, mostre a sinalização, o seu embarque, placas e elementos que contem tudo isso.

Sua volta é muito importante por isso não descuide deste detalhe.

Assim que voltar para casa, descarregue seus arquivos e organize tudo em pastas com datas, locais e suas anotações.

Agora seu material está pronto e sua viagem foi inesquecível e tudo foi bem registrado.

Depois falaremos sobre a edição de tudo isso e a melhor forma de mostrar para todo mundo.